FOSDEM talk: Magellan project - How to deploy 550.000 Linux notebooks in classrooms

11.02.11

Last saturday (February 6, 2011) I presented a small talk at FOSDEM about  the usage of Linux Caixa Mágica in the Portuguese Magellan Project.

 

The goal of the presentation was to show how do we make a Linux Distribution appealing enough to students, parents and teachers to make them choose to boot Linux instead of Windows. The answer is simple enough... You talk with the right people...

 

With the help of the KDE Team, usability teams, interviews with teachers and students we improved our interface, configuration tools and list of installed applications. With the help of language teams we made sure the spelling and grammar was correct and consistent throughout the entire interface. All of this steps added to a development process that we want to share with all of you to show how it was accomplished, and how we made it a success story.

publicado por DarkLord às 19:20

FOSDEM Talk: Gumby - package dependency visulization for Linux

11.02.11

 

Last Sunday I presented at FOSDEM 2011 a tool recently developed in the context of my MsC dissertation called Gumby.

It is meant to be a way to visualize and explore the package dependencies of a Linux distribution in an interactive way.

The talk was given in the Cross-Distro devroom which was a quite fitting environment as there were quite a few other speakers talking about Linux packaging issues.

If you were not there you can still see the slides after the jump.

publicado por agrr às 16:05

FOSDEM 2010

18.02.10

-->

A Caixa Mágica esteve presente em mais uma edição do FOSDEM que em suma correu lindamente, com muitas pessoas conhecidas do mundo Open Source desde Distribuições (Ubuntu. Debian, Fedora, FreeBSD, OpenSuse, NetBSD) até GNOME, Openoffice ou KDE.

Aqui fica o resumo de como foi a nossa estadia em Bruxelas durante o FOSDEM:


Day 0

Acabados de chegar a Bruxelas, cerca das 7 horas da tarde, fomos directamente para o hotel deixar as malas e jantar.

Jantámos e fomos directos ao bar Delirium, que é o bar onde iria acontecer o mítico evento Free-beer do FOSDEM.  Apesar do frio estava muita gente cá fora.


Pedro Fragoso, Roberto Jacinto, John Thomson na foto.

No Delirium encontramos alguns Portugueses, desde jovens estudantes a developers de Mono (Andreia Gaita) e ainda tivemos uma longa e produtiva conversa com o criador do RPM Jeff Johnson.

 

Day 1

Acordámos cedo e fomos direitos para o FOSDEM, primeiro visitámos os stands que se encontravam ao longo do edifício. Stands da Mozilla, GNOME, KDE, Openoffice, Ubuntu etc. onde demonstravam os seus produtos, vendiam t-shirts ou onde se podia simplesmente ir buscar autocolantes e pin's.


 

Após o passeio pelos stands passámos para as sessões, aqui fica um breve resumo das mesmas:

Add plugins to your GNOME apps: Uma breve introdução sobre a API libpeas que facilita a introdução de plugins em aplicações GNOME facilitando a sua codificação e manutenção, esta lib foi baseado na utilizada pelo Gedit (Editor de texto) em que muitas aplicações de GNOME estavam simplesmente a copiar código do Gedit para criar os seus plugins.

GNOME development tools: Foi apresentado nesta sessão um IDE chamado Misha que introduz novas facilidades na parte de debugging de programas e facilita a programação de código para interagir com o IDE.

Iris, a new capability-based microkernel OS: Foi apresentado um microkernel para dispositivos móveis, neste caso a correr num "Ben Nanonote".

Rockbox: open source firmware replacement for music players onde além de ter sido apresentado o firmware RockBox para leitores de música portátil, foi também mostrado todos os passos essenciais para a substituição dos firmwares stock nos dispositivos (como fazer debug, como reescrever o sistema original, etc...).

Get Things GNOME!: Esta foi uma sessão apresentado pelo upstream desta aplicação que serve como "organizer" em GNOME, bastante interessante de como se pode organizar notas e TODO-list através desta pequena aplicação que tem integração com RememberTheMilk.

How to be a good upstream Alguns conselhos de como os upstream devem realizar ou mesmo facilitar a parte de build e empacotamento das aplicações, e claro o que NÂO devem fazer, foi bastante interessante e com algumas boas guidelines.

Day 2

Este dia foi dedicado a sessões Caixa Mágica visto que dois membros, John Thomson e Roberto Jacinto iriam apresentar o seu trabalho.

As sessões foram seguidas, primeiro foi o John e logo a seguir o Roberto, sendo que a deste último decorreu quase do outro lado da Universidade ULB.

Transactional rollback & upgrades: Apresentação da investigação por parte do John e da Mancoosi. John demonstrou o estudo que já tinha feito sobre alternativas de como realizar um rollback e descobriu que algumas pessoas desses mesmos projectos estavam na sala a assistir. John apresentou como é possível fazer um rollback e a linguagem ainda em desenvolvimento para ajudar a realizar um rollback, mas por azar não conseguiu mostrar um rollback em acção devido ao tempo da sessão.


Link da apresentação encontra aqui

 

apt-get for Android : Saímos a correr da sessão do John e quando chegámos à do Roberto já este tinha começado a apresentação. Roberto apresentou o seu trabalho como criador do Aptoide

para Android. Explicou o funcionamento tanto da parte do cliente como da parte do servidor. Houve bastantes feedback nesta apresentação, desde pessoas a pedir novas funcionalidades como a pedir integração do aptoide.

 

No final da apresentação tivemos ainda a oportunidade de falar com os criadores do OpenIntents, que fizeram a uma sessão sobre "Android intent mechanism", tendo sido bastante enriquecedora no sentido de ter surgido uma oportunidade de junção do projecto com o Aptoide.



Link da apresentação encontra -se aqui e a versão mostrada no fosdem.



Ainda tivemos algum tempo antes de partimos para Lisboa para ver outras sessões, tais como por exemplo:

 

Shared libraries in Debian: Uma demonstração de como fazer pacotes de libs para Debian e como fazer debug atráves do ldd e objdump.


Debian and Ubuntu: Apresentação feita pelo Lucas que demonstra como estas duas distribuições podem contribuir mutuamente e alguns exemplos de como às vezes Ubuntu não contribui, e em que Debian também não é muito amigável quando alguém de Ubuntu contribui. Lucas é a pessoa que tenta derrubar algumas paredes entre as contribuições entre as duas distribuições.


No final tivemos que sair a correr e não conseguimos ver a ultima sessão de Greg Kroah de Your First Linux Kernel Patch .

Em resumo FOSDEM correu bem este ano, assistimos e falámos com muitas pessoas e foi realmente muito enriquecedor. Já estamos com vontade para o FOSDEM 2011.


Até breve.

 

 

 

 

publicado por pfragoso às 10:35editado por Fábio Teixeira em 11/10/2010 às 18:02

Reunião Técnica de 1 de Fevereiro - FOSDEM preview: Aptoide

04.02.10

publicado por xpt0 às 23:00editado por Fábio Teixeira em 11/10/2010 às 18:03

Representação Caixa Mágica no FOSDEM

08.02.09

A representação da Caixa Mágica no FOSDEM ficou a cargo de mim e do Flávio. Chegámos ao FOSDEM a tempo da beer-party, cheia de gente como de costume, mas interessante para rever caras conhecidas.

A "embaixada portuguesa" está especialmente composta este ano: malta de Évora, Gustavo da Angulo Sólido, João Neves (Intraneia, ANSOL,...), Rui Seabra (ANSOL,...), entre outros.

Tivémos já umas sessões hands-on combinadas de Lisboa (Sugar, rpm5, ...) e estamos a preparar-nos para as primeiras sessões da tarde (Syslinux e ext4).

 

Em resumo, e para já, o FOSDEM mantém uma boa organização e uma excelente assistência.

 

Outro blog com posts sobre o tema: http://blog.angulosolido.pt/

publicado por Tintim às 12:35editado por Fábio Teixeira em 12/10/2010 às 11:06

FOSDEM - The Day After

25.02.08

E já estamos em Portugal... após dois dias de FOSDEM já podemos fazer o balanço.

Foi espectacular... o auditório principal dava para 4000 pessoas e na sessão de abertura estava praticamente cheio com pessoas de pé nas passagens laterais e tudo.

Nos corredores estavam imensas mesas com as equipas da Mozilla, OpenOffice.org, Fedora, Ubuntu, KDE, OpenSUSE, Gnome, GnuStep, BSD, PostgreSQL, etc.. com mesas cheias de brindes (crachás, autocolantes), folhetos, equipamento em demonstração (o Gnustep tinha vários aparelhos, desde telemóveis a mini pc's)... OLPC's aos montes...  Uma multiplicidade de coisas...

Update: E Asus EEpc, perguntam vocês? Pois bem.. pelo que vi em cada 5 pessoas uma tinha um... é incrivel....

Quanto às apresentações, um breve comentário às que assisti:

Tux On Shades, Linux on Hollywood -  Basicamente mostraram muitos clip's de filmes com bastantes efeitos especiais, e confirmaram que hoje em dia TODOS os efeitos especiais que vemos em filmes de Hollywood são feitos em Linux. Infelizmente também disseram que praticamente todas as aplicações usadas são proprietárias dos estúdios e não podem ser usadas cá fora... nem sequer são comerciais, são feitas e usadas exclusivamente pelos estúdios.

How a large Scale Project Works - Interessante para perceber como é que o Free BSD gere os seus programadores espalhados pelo mundo, e para saber que é sempre preciso existir alguém que "mande", caso contrário não se consegue manter um projecto grande. A resolução de conflitos é também um aspecto crucial e que tem de ser muito bem gerido. Naturalmente os commits de código exigem a utilização de várias ferramentas e por vezes a integração entre elas (svn,cvs, git, etc.)

Status Update on Software Patents - O discurso do costume, ou pelo menos aquele que já sabemos... patentes são más, patentes de software são péssimas... falou-se naturalmente da questão do OOXML e da forma como a Microsoft está a tentar fazer aprovar a sua pseudo-norma ISO. Achei piada ao orador dizer que "...vamos esquecer os EUA, aí já não conseguimos fazer nada... as big-corporations mandam e o governo apoia-as".

PHP6 - A apresentação centrou-se só no suporte completo a Unicode do PHP6, que é a principal característica dessa versão. Pena não se ter falado mais de outros aspectos da linguagem... mas mesmo assim foi muito interessante.  Reparem na foto no próximo post sobre isto e como o Unicode pode ser usado em tudo na linguagem....

Introduction to CentOS - Um apresentação muito simples, só para explicar como surgiu o CentOS e como é que eles neste momento fazem a recompilação dos SRPMS do Red Hat Enterprise Linux, Também interessante saber quais os diferentes repositórios que se podem usar, com RPMS extra em relação ao RHEL. Fiquei a saber que o RHN (Red Hat Network) não se pode usar no CentOS porque é proprietário.... é pena dava um jeitão para gerir  imensas máquinas...

KDE4 on Windows - Um dos responsáveis da equipa que faz o port das aplicações do KDE4 para windows demonstrou vários exemplos: Konqueror, kstars, kate, amarok, etc. Apesar de estarem a funcionar relativamente bem nativamente em windows, ainda precisam de bastante polimento... demoram muito a abrir, existem alguns problemas com a identificação de letras de drives, etc. O objectivo é ter daqui a seis meses várias aplicações totalmente portadas e começar a distribui-las em revistas, em sites, etc... O objectivo não é nem nunca será portar todo o KDE para windows, até porque querem guardar algumas das funcionalidades para funcionar só em SO's Livres.... algo como: "use o amarok em windows.. mas se quer usá-lo mesmo a sério mude para Linux ou BDS" ;-)

Bringing Metisse and Xorg Together - Uma apresentação do Metisse, a sua integração com o Xorg, e algumas funcionalidades. Fiquei algo desiludido por  descobrir que a equipa do Metisse não pretende que ele seja uma plataforma totalmente estável (passível de ser usada no dia-a-dia sim, mas não garantindo uma base de código sempre estável), isto porque eles vêem o Metisse como uma plataforma de desenvolvimento de novas ideias e funcionalidades para integrar com o servidor gráfico... Mas gostei das funcionalidades, especialmente a de espelho (para por exemplo clonar uma janela, e mostrá-la em espelho numa mesa à pessoa em frente), a de usar mais do que um cursor de rato para tarefas diferentes (o que permite usar por exemplo um rato em cada mão, ou no caso das janelas em espelho ter as duas pessoas a fazer coisas nas janelas ao mesmo tempo), e a mais espectacular, a possibilidade de a partir de várias aplicações clonarmos os botões que quisermos do IDE dessa aplicação e criarmos a nossa própria barra de ferramentas... isto de forma totalmente independente das aplicações (que nem sabem que os seus botões estão a ser clonados)....

RESTful best practices - Para quem quer desenvolver ou desenvolve em REST foi muito interessante perceber como se conseguem fazer coisas muito giras usando REST e como se podem ultrapassar algumas restrições (como por exemplo passar mais do que um objecto, ou fazer um formulário em várias páginas).... Isto tudo usando Ruby...

E pronto... saltitei também por outras salas mas estas foram as principais apresentações que vi.

E agora algumas fotos para provar que estivemos lá ;-):


A sessão de apresentação:
Apresentação FOSDEM 2008

Um dos corredores:
Corredor

Outro corredor:
Corredor 2

PHP6:
PHP6

Os pinguins mágicos no FOSDEM:


A entrada principal:


A key signing no último dia:



E sim, ele também esteve no FOSDEM:

publicado por DarkLord às 13:04editado por Fábio Teixeira em 12/10/2010 às 11:10

FOSDEM 2007

06.03.07

Em primeiro lugar quero pedir desculpas pelo atraso na publicação das fotos.
Quero ainda dizer que a FOSDEM2007 foi um evento interessantíssimo muito bem organizado e com o painel de apresentações de alto nível.
O único senão é que o Python Dev Room era pequeno, foi-me completamente impossível assistir a qualquer apresentação nesta sala, havia gente do lado de fora da porta!!
E agora um breve resumo fotográfico da FOSDEM.

Este era o aspecto geral da primeira key note "One Laptop per Child".


Esta foi a apresentação do François Dechelle que é o coordenador do WP3 (QA) no projecto EDOS onde a Caixa Mágica também participa. Reparem no autocolante do portátil!



Aqui podem ver o Paulo a preparar-se para fazer a sua apresentação, como sempre o portátil dele não funcionou à primeira, e ainda quis por o Beryl a funcionar!!



Aqui o Paulo em plena apresentação.



O Paulo participando no painel de discussão sobre a problemática da ligação entre os projectos de investigação e as comunidades open-source.



E como a FOSDEM era em Bruxelas, uma foto do miúdo mais famoso da cidade.

publicado por pinguinsmagicos às 22:58editado por Fábio Teixeira em 12/10/2010 às 11:26

CM em acção

02.03.07
Apresentámos na Track de research o trabalho que está a ser feito com os meta-instaladores / apt-get e as contribuições do David e do João para o Apt-get e para o Apt-rpm.
Foi bem recebido. O Michael Vogt da maintainer do Apt na Debian disse que passava por lá mas foi mais sopas. Vou tentar carregar a apresentação mas não sei se é possível no Blogger. Alguém sabe? Posso sempre por na minha página e depois fazer o log.
O Mário tem fotos minhas a tentar configurar a máquina para o projector. Até experimentei antes da sessão começar, mas entretanto decidi que era uma boa altura para mostrar o xgl em acção em Caixa Mágica. Má ideia.
publicado por pinguinsmagicos às 13:35

OLPC - É tudo uma questão de energia

24.02.07


Quando chegámos ao auditório principal, estava no final da apresentação sobre patentes.
A apresentação do OLPC foi das primeiras a sério no FOSDEM e já apanhámos completa.
Foi especialmente interessante perceber o trabalho de investigação aplicada que estão a fazer, não fosse virem do MIT Media Lab. Não se estão a limitar a ser assembladores do que já existe.
Aqui vão alguns dos pontos que prenderam a minha atenção:
1.- A ideia de ligação À rede via WiFi assenta num conceito de "meshing" suportado na tentativa de normalização IEEE 802.11G. Ou seja, cada PC pode fornecer rede aos que estão na sua proximidade fazendo forward de pacotes para o próximo ponto de rede. Que pode ser outro OLPC ou ou um Access Point.
2.- Como cada portátil OLPC é um ponto da rede, então não se pode desligar se não deixava de fazer forward de pacotes. Se não se desliga, consome energia. Solução: ter um controlador de baixo consumo independente para a placa de rede e para o display.
3.- O storage é feito numa flash de 512 MB mas sobre JFFS2 que permite compressão... o que na prática dá algo como 1GB util.
4.- Software: Linux + Sugar (Gtk+ / Pango / Atk / Cairo)... ou seja, não é Gnome mas tem alguma proximidade. A "cola" é o Python. O processador de texto será uma versão ligeira do AbiWord.
Para o ano prevê-se a produção de 5 a 10 milhões de unidades.
O Jim Gettys acabou agradecendo o trabalho de todos no FLOSS. Sem ele, disse, não seria possível o projecto. Foi simpático. Recebeu uma ovação entusiastica de 30 segundos.
No final da apresentação, a curiosidade em torno dos primeiros prototipos era tão grande que o que ele trazia com ele foi cercado por mais de 30 pessoas a tirar fotografias e a filmar.

tags: ,
publicado por pinguinsmagicos às 11:24editado por Fábio Teixeira em 12/10/2010 às 11:17

Beer party - FOSDEM... that the conference begin!

23.02.07

Chegámos a Bruxelas no TGV de Paris às 21:30 após a reunião do EDOS.
Em Paris a equipa Caixa Mágica conheceu a comunidade Mandriva... Franceses, Sul-africanos,.. grande diversidade.
Da estação de comboio fomos directamente para a Beer Party da FOSDEM na Grand Place.
Não sabíamos o nome na Brasserie mas não foi complicado. Só geeks à entrada.
Subimos e descobrimos algo nunca visto.
Um segundo andar atolado de Geeks. Um empregada muito jeitosa que nunca teve pesadelos tão horríveis: uma única mulher no meio de Geeks Caixa Mágica, Gentoo, Debian,...
Estivemos à conversa com o grupo Gentoo e descobrimos várias coisas.
Primeiro, basicamente eram noruegueses e americanos.
Segundo, eram o grupo mais feio de todo o 2º andar. Daí o serviço público que temos feito de converter o Mário a Caixa Mágica.
A comunidade Mandriva também estava lá.
A cerveja era distribuída por pessoas que passavam com tabuleiros e retirada dos mesmos de forma aleatória. Ninguém pagou. Mas exisitia um tipo que ia pedido contribuições.
Às 10:30 o tipo das contribuições disse ao microfone que tinha reunido 150 euros mas a conta era de 5.000 euros.
Não me perguntem como se pode beber 5.000 euros em 200 m^2. Mas desconfio que foi o grupo Gentoo.
Amanhã começa em força.

publicado por pinguinsmagicos às 22:24editado por Fábio Teixeira em 12/10/2010 às 11:18

Android Apps

apps
Aptoide Repository QR Code
apps QR Code

pesquisar

 

comentários recentes

  • Boa noite, o Caixa Mágica 20 funciona nos process...
  • Boa tarde.Quando fazemos o registo aquando do down...
  • Á partida não, quem quiser pode instalar facilment...
  • Adorei o novo Linux Caixa Mágica está muito difere...
  • Que bacana seu blog! Gostei bastante!Se quiser dic...
  • Instalei, mas a entrada e partições dos discos, nã...
  • O software do cartão do cidadão está disponível na...
  • Foi uma apresentação bastante interessante.
  • bom dia thanx. isto é muit excelente.. aquela pub...
  • Parabéns pelo excelente trabalho que têm desenvolv...

mais comentados

subscrever feeds