Após 20 horas de viagem, chegados. Já se sabe, no Brasil tudo é em grande. O FISL abriu há 1 hora e a massa de gente é impressionante.
Apesar de algumas filas para registo dos participantes e oradores (ou palestrantes, como já aprendi) a dinâmica está muito boa.
A zona de stands é algo como um dos pavilhões da nova FIL, ou ligeiramente menor, com participações de empresas e muita administração pública.
Para além dos suspeitos do costume (Trolltech, Fedora, Google, ...) existem zonas para grupos de utilizadores que têm uma presença misturada com o resto. Isto é óptimo porque não isola os grupos de usuários (utilizadores).
A organização é muito profissional. Ir na 9ª edição deve ajudar.
Para quem quiser entrar no Brasil com oferta tocando em Open Source este é o sito certo para estar..

Gossips: Encontrei o Marcelo Branco que disse que está de saída da Catalunha, onde dava apoio ao governo regional em Ope Source, e está de regresso ao Brasil.
publicado por Tintim às 14:42